Búsqueda avanzada
A grande imprensa brasileira dos anos 50 e as ideias cepalinas sobre industrialização planejada no Segundo Governo Vargas
Luis Carlos dos Passos Martins.
XIV Jornadas Interescuelas/Departamentos de Historia. Departamento de Historia de la Facultad de Filosofía y Letras. Universidad Nacional de Cuyo, Mendoza, 2013.
Dirección estable:
Resumen
O presente trabalho aborda a forma como a grande imprensa carioca “liberal” abordou os principais programas econômicos do Segundo Governo Vargas (1951-54), procurando salientar como tais periódicos – Jornal do Brasil, Correio da Manhã, O Jornal e O Globo - se posicionaram frente às principais desenvolvimentistas e, em especial, ao aporte da CEPAL (Comissão Econômica para a América Latina), elaboradas e difundidas em um de seus mais importantes encontros do pós-guerra: o 5o. Período de Sessões, ocorrida no Brasil, em abril de 1953. Esse tema é interessante porque, nessa conjuntura, a CEPAL ofereceu a principal formulação teórica para os projetos de industrialização com apoio estatal levados adiante na América Latina. Desta maneira, forneceu um fundamental suporte analítico e ideológico àqueles que lutavam pela legitimação dessa estratégia de desenvolvimento frente aos defensores do liberalismo econômico e às pretensões dos EUA, que desejavam manter a região como exportadora de bens primários e importadora de manufaturados.
Texto completo
Creative Commons
Esta obra está bajo una licencia de Creative Commons.
Para ver una copia de esta licencia, visite http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/deed.es.