Búsqueda avanzada
A Caverna do Diabo: o ensaio romântico de Valeriano de Souza e as religiões afrobrasileiras em Alagoas, no século XIX
SANTOS y Irineia Maria Franco dos.
XIV Jornadas Interescuelas/Departamentos de Historia. Departamento de Historia de la Facultad de Filosofía y Letras. Universidad Nacional de Cuyo, Mendoza, 2013.
Dirección estable:
Resumen
O objetivo deste artigo é apresentar uma reflexão inicial sobre o processo de constituição histórica das religiões afro-brasileiras em Alagoas, no século XIX. Para isso, utilizar-se-á como guia o folhetim “A Caverna do Diabo: ensaio romântico”, de Valeriano de Souza, publicado no jornal O Orbe, em diferentes edições no ano de 1884. Destaca-se ali, a ideologia da intelectualidade alagoana sobre os escravos, africanos e suas práticas mágico-religiosas. Também se problematiza o processo de constituição de uma identidade cultural local, permeada por concepções racistas e de demonização do “Outro”, que tendeu a se intensificar em fins do XIX e no Pós-Abolição. Por fim, busca-se estabelecer hipóteses de interpretação sobre a formação dos xangôs alagoanos que poderão contribuir com novas pesquisas que surgem sobre o tema.
Texto completo
Creative Commons
Esta obra está bajo una licencia de Creative Commons.
Para ver una copia de esta licencia, visite http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/deed.es.